quinta-feira, 8 de março de 2012

Nem sei se ria se chore



E no dia da Mulher ainda se conseguem ver coisas como esta... Sem comentários




12 comentários:

  1. Pois, é por estas e por outras que, infelizmente, o Dia da Mulher ainda é necessário e actual.

    ResponderEliminar
  2. Quem fez isso tem sentido de humor, só pode!!

    ResponderEliminar
  3. Pensando bem, não dá vontade nenhuma de rir. E olha que eu até tenho sentido de humor.

    ResponderEliminar
  4. Se pensares bem, normalmente as etiquetas são em inglês ( que não é a nossa lingua materna) e cheias de simbolos...por isso é que tem de ser uma mulher a decifrar,esse ser super inteligente e perspicaz :P

    Bj

    ResponderEliminar
  5. Que graça!
    Conheço alguns homens que lavam, estendem e apanham a roupa sem reclamar e às vezes até acho que o fazem melhor que algumas mulheres. Sorte a delas porque em minha casa quem trata da roupa sou eu. Mas prefiro porque sei que comigo fica perfeita:)

    Boa semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Ora aí está uma pérola que pensei estar em vias de extinção! Cá em casa, não há distinção de quem faz mais ou menos. Ambos fazemos o que é preciso, quando é preciso, tirando uma ou outra excepção, em que eu por preferência em cozinhar e ele em aspirar a casa, normalmente fazemos estas cedências, sem necessidade de assinar contratos de comprometimento :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Realmente!
    Onde é que foi feita a peça?

    ResponderEliminar
  8. É evidente que é provocação, mas a piada é muito relativa atendendo a que há muitos casos em que são apenas as mulheres a tratar da roupa (e de todos os trabalhos domésticos). Faz lembrar aquelas graçolas de triste memória (que ainda se ouvem)"vai para casa coser meias" e outras pérolas a que alguns ditos "macho men" recorrem quando se sentem "rebaixados" pelas mulheres. O remédio é apenas este: NÃO COMPRAR! Podia ser a coisa mais fantástica do mundo que não entrava na minha casa. Há uns anos havia um anúncio de umas conservas marca Marie Elisabeth que me irritava supinamente. Passava na rádio. Ouvia-se uma voz masculina dizer "A Marie Elisabeth é boa". O tom era propositadamente rasca, a chamada voz de bagaço. Nunca comprei. Nem morta. E se eu gosto de experimentar coisas novas! Havia também um anúncio, esse mais antigo, em que se publicitava a marca de um whisky, não me lembro qual era, terminando com um homem com o pé em cima de uma mulher, tipo caçador e o leão. Mais um produto que não entrou na minha casa! Maria S.

    ResponderEliminar
  9. As mulheres têm que ter mais calma, descontracção e sentido de humor...

    Se estivéssemos a falar em peças para mecânica automóvel já não havia problema em vir no manual de instruções: "Give it to your man. It´s him job"... até achavam piada, aposto...

    :-)

    ResponderEliminar